Visitantes

Nós temos 21 visitantes online

design by A.Coutinho - powered by Joomla!
Problemas na visualização?
copyright © 2011, A.Coutinho - Todos os direitos reservados.
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem autorização expressa.
HTML Válido! - CSS Válido!

Início - Diário - Décimo quinto dia [29/08/2011]

 

Diário de bordo

Acompanhamento diário da Expedição.

Décimo quinto dia [29/08/2011]

Postado por Alvaro Coutinho
Alvaro Coutinho
Alvaro Coutinho ainda não preencheu sua biografia
Usuário está offline
em Sex, 02 Setembro 2011 em Diário

Tocamos em frente logo após o costumeiro café da manhã; 08:20h. Próximo alvo, Santa Maria, que já estava bem próxima. Na localidade, Olegário conseguiu orientação com um piloto local, que nos ajudou passar o travessão que existe quase em frente ao porto. O Paladini continuava no piloto, desde Caseara, e estava se havendo muito bem na incumbência.

Atingimos Araguacema ainda pela manhã, nos abastecemos de combustível e tocamos em frente, rumo Conceição do Araguaia a coisa de 78km. de distância.

O panorama mudou um pouco desde Santa Maria das Barreiras. O rio agora apresenta trechos com ocorrência de formações rochosas e alguns travessões, que são como que uma fileira de pedras, às vezes de margem a margem. Também vimos muitas pedras submersas, quase aflorando a superfície, um sério risco à navegação, com certeza.

Paramos para almoçar na entrada de um braço de rio, junto a um acampamento vazio, possivelmente de pescadores. Local muito bonito e agradável, no meio da mata, com árvores muito altas e ensombreado. Fizemos muitas fotografias no local, eu e o Paladini.

Continuamos viagem, observando que, apesar do risco inerente, o trecho é bem sinalizado, com bóias indicando por onde passar e os possíveis locais de risco. Paladini seguia firme na cana do motor. Por duas vezes o valente motorzinho de 15hp cortou. Provavelmente por causa de sujeira no combustível.

Já próximo a 18:00h. começamos a procurar um lugar para acampar, mas estávamos atravessando um local sem praias e logo à frente, deparamo-nos com um travessão de pedras. Passamos o travessão sem maiores problemas e demos com outro um pouco mais adiante. Nisso, Paladini notou um barco se aproximando e permitiu que ele nos ultrapassasse. Por certo o piloto conhecia o trecho e ia com muita cautela, nos assinalando paus e pedras submersas...

A hora passava e nada de acharmos uma saída para alguma praia... e escurecia. O GPS indicava que estávamos próximos a Conceição, a pouco mais de 16km. Nisso, aceleramos e alcançamos o barco que ia à frente. Perguntamos sobre a existência de praias onde pudéssemos acampar. Eles apontaram adiante, bem longe, mas notamos que a esquerda, havia uma praia, fronteira a uma casa iluminada. Foi pra lá mesmo que nos dirigimos, agradecendo ao povo da outra providencial canoa.

Acampamos, fizemos uma bóia rápida, a base de peixe, arroz e quiabos, jantamos e, pela primeira vez em toda a viagem, Paladini não foi pescar. Estávamos todos exaustos, talvez mais pela tensão das últimas duas horas que por qualquer outra coisa. Caimos no sono.

 

Veja imagens relativas ao décimo quinto dia da viagem.

 

0 votos
TAGs: Sem TAGs

Comentários

Para fazer um comentário, você precisa estar conectado. Clique AQUI e faça seu login.
Powered by EasyBlog for Joomla!