Visitantes

Nós temos 25 visitantes online

design by A.Coutinho - powered by Joomla!
Problemas na visualização?
copyright © 2011, A.Coutinho - Todos os direitos reservados.
Nenhuma parte deste site pode ser reproduzida sem autorização expressa.
HTML Válido! - CSS Válido!

Início - Diário - Vigésimo dia [03/09/2011]

 

Erro
  • JUser::_load: Unable to load user with id: 96
  • JUser::_load: Unable to load user with id: 73

Diário de bordo

Acompanhamento diário da Expedição.

Vigésimo dia [03/09/2011]

Postado por Alvaro Coutinho
Alvaro Coutinho
Alvaro Coutinho ainda não preencheu sua biografia
Usuário está offline
em Dom, 04 Setembro 2011 em Diário

Saimos do acampamento abaixo de Santa Izabel às 07:50h de uma manhã bonita de sábado.

Seguimos firmes, rumo a Araguatins, TO, já próximo a confluência do Araguaia com o Tocantins. A paisagem mais uma vez se modifica, mostrando morros medianos bem junto ao rio e serras à meia distância, no lado paraense. O vento se mantém um tanto forte, causando o fenômeno do banzeiro ao longo de toda a manhã e início da tarde. Por volta de 12:30 paramos para almoçar, encostando em uma barranca ensombreada, no lado do Pará.

Prosseguimos firme, enfrentando a agitação das águas do Araguaia e logo à frente passamos pela localidade de Palestina, onde um número bastante grande de ranchos de palha, na praia fronteira, chamava a atenção.

Prosseguimos e mais à frente passamos uma extensa ponte rodoviária, a segunda a cruzar o Araguaia, desde que deixamos Aruanã.

Logo após, avistamos Araguatins, na margem direita, Estado do Tocantins. Paramos no porto, bem construído e formando uma barreira pintada de branco, em concreto. Abastecemos combustível e logo após tocamos em frente, rumo a Marabá. O GPS informa uma distância de 110km em linha reta.

Prosseguimos, desenvolvendo boa velocidade e por volta de 16 horas chegamos a um trecho de pedras, com algumas corredeiras. Aí a coisa complicou um bocado. Não sabíamos por onde passar ao certo e nosso piloto, o Chicão, achou melhor não arriscar descer por onde alguns pescadores informaram ser o caminho, devido ao peso da canoa. Fomos pelo caminho da tentativa, tipo acerto e erro. Terminamos gastanto mais de duas horas para vencer o obstáculo. Pedras, rasuras, empurra barco, tira barco de cima das pedras, até conseguir sair, um tanto exaustos, em rio franco novamente. Eram horas de achar um local para acampar, o que fizemos já com o céu escurecendo, quase 18:40h.

Armamos nossas barracas, jantamos a "bóia" que nosso prestativo piloto preparou, tentamos pescar um peixe, sem sucesso... e fomos dormir, planejando sair bem cedo amanhã, domingo.

O Olegário acha possível chegar a Marabá pela tarde do domingo, se tudo correr bem, encerrando a Expedição. Disto, este pode ter sido nosso último acampamento de pernoite, ainda no Araguaia.

 

Veja imagens relativas ao vigésimo dia da viagem.

 

TAGs: Sem TAGs

Comentários

Felipe Carrara
Felipe Carrara
Felipe Carrara ainda não preencheu sua biografia
Usuário está offline
Felipe Carrara Seg, 05 Setembro 2011

Sensacional, parabéns pelo excelente trabalho de divulgação, e principalmente luta para defender este presente de Deus. Araguaia cota zero, diga não a hidrovia, mais fiscalização e principalmente mais carinho com nosso corguinho...

Paulo José Américo Rolim
Paulo José Américo Rolim
Paulo José Américo Rolim ainda não escreveu nenhuma biografia
Usuário está offline
Paulo José Américo Rolim Ter, 06 Setembro 2011

Viajei junto com os aventureiros nas páginas desse Diário!! Parabéns!! Muita coragem, arrôjo e determinação!!

Para fazer um comentário, você precisa estar conectado. Clique AQUI e faça seu login.
Powered by EasyBlog for Joomla!